O que é a conexão USB-C e quais são os acessórios e adaptadores necessários?

A conexão USB-C é um tipo mais versátil e eficaz se a compararmos com as conexões USB mais antigas. Ela permite um carregamento mais rápido dos dispositivos compatíveis com o seu formato de entrada, como o Nintendo Switch, o Samsung Galaxy e o MacBook Pro, assim como uma maior taxa de transferência de dados.

USB significa “Universal Serial Bus” e foi nomeado assim porque ele seria um poderoso substituto de outros conectores no mercado em longo prazo para se tornar o único conector universal. Com compatibilidade entre todos os aparelhos, esse tipo de conexão proporcionaria mais versatilidade, produtividade e redução de custos na comercialização de dispositivos eletrônicos.

Ao longo dos anos, foram lançadas muitas variações de USB — mini-USB, micro-USB, USB-A ou USB-C, por exemplo. A falta de simetria de alguns desses modelos criou a demanda para um tipo mais prático de conexão, que suporta a conectividade em ambas as faces conectivas, como o caso da conexão USB-C.

Neste artigo, explicamos um pouco mais sobre essa versão mais recente do padrão USB, que, pelo seu formato simétrico e grande desempenho, tornou-se o melhor modelo para as inúmeras aplicações. Vamos lá?

Quais as características de uma conexão USB-C?

O conector USB-C é imediatamente reconhecível porque, ao contrário do USB-A, ele tem uma forma mais harmônica — um retângulo com todos os cantos suavizados em uma curva. Como ele é totalmente simétrico, pode ser inserido em qualquer face, sem prejuízo de seu funcionamento ou desempenho.

Dessa forma, a diferença mais perceptível do tipo C é que ele pode ser inserido de qualquer maneira, pois os pinos do conector são iguais em ambos os lados.

Além disso, o USB-C é estreito o suficiente para caber em dispositivos móveis, e isso o torna ideal para qualquer aparelho, desde computadores até smartphones e consoles de jogos. As conexões USB-C podem ser usadas na transferência de dados, de energia e até mesmo de áudio e . No entanto, a rapidez com que funcionam depende do local em que estão conectadas.

Dispositivos diferentes têm tipos diferentes de portas USB. Eles geralmente são divididos em três tipos: USB 3.1, USB 3.2 e Thunderbolt 3 (o último encontrado principalmente em computadores da Apple).

Capacidade para a transferência de dados

Por padrão, um cabo USB-C conectado a uma porta USB 3.1 pode transferir 10 gigabytes de dados por segundo. Conectando-se a uma porta 3.2, é possível obter 20 gigabytes por segundo. Já as portas Thunderbolt 3 permitem que os cabos USB-C carreguem até 40 gigabytes por segundo, o que é muito mais rápido do que qualquer outro tipo de conector USB.

Capacidade para a transferência de energia

Na transferência de energia, a conexão USB-C pode carregar dispositivos móveis, como smartphones, laptops e até câmeras. Um conector USB-C padrão pode fornecer 2,5 watts de energia, que é o mesmo que a maioria dos conectores USB-A.

No entanto, muitos dispositivos usam um protocolo de entrega de energia — USB Power Delivery — que permite o fornecimento de até 100 watts. Isso possibilita que a conexão USB-C carregue laptops e outros dispositivos de alta potência, algo impossível para os padrões USB mais antigos.

Capacidade para a transferência de dados em áudio e vídeo

A conexão USB-C para HDMI permite projetar informações de dispositivos móveis para grandes telas por meio do sistema “plug & play” sem a necessidade de configurações técnicas. Dessa forma, a transferência de dados em áudio e vídeo é compatível com a resolução de imagem em até 4K (3840 x 2160 HD) e oito canais de áudio digital.

Por isso, esse é um tipo de conector ideal para compor infraestruturas em salas de reunião, para o espelhamento de games em telas maiores, para videowall e para a exibição de filmes, fotografias e imagens em geral.

Quais são as vantagens de um cabo ?

Veja algumas características que atestam a superioridade da conexão USB-C se comparada às versões anteriores desse tipo de conector.

Carregamento mais rápido

Atualmente, uma conexão USB 2.0 padrão oferece até 2,5 W de energia, o suficiente para carregar o aparelho em um ritmo lento e demorado, enquanto o padrão USB PD suportado por USB-C pode fornecer 100 W de energia, que é mais do que o suficiente para carregar um laptop. Ele é bidirecional, o que significa que os dispositivos conectados podem enviar e receber energia ao mesmo tempo.

Economia de espaço

As portas USB-C podem suportar uma variedade de protocolos diferentes por meio de modalidades alternativas, o que permite que o usuário tenha adaptadores que fornecem saída a outros tipos de conexões da porta USB. As portas HDMI, DisplayPort, VGA, fone de ouvido e de alimentação podem ser simplificadas em um único tipo de porta, o que permite que os dispositivos se tornem cada vez mais slim.

Interoperabilidade

O USB-C não é um conector exclusivo para os dispositivos de uma empresa. Centenas de companhias de colaboraram para o design e para a adoção desse conector.

Grandes nomes da indústria tecnológica, como Apple, Google, Dell, HP, Intel, Microsoft e Samsung, ajudaram a tornar esse modelo extremamente versátil e um recurso comum em novos dispositivos eletrônicos que serão lançados futuramente.

Compatibilidade com versões anteriores

Mesmo se conectarmos fisicamente um conector USB-C a uma porta tipo A, é possível usar um adaptador físico para conectar dispositivos mais antigos a uma porta USB-C.

No entanto, o padrão subjacente é compatível com versões anteriores, o que significa que um conector padrão pode ser usado com uma porta USB 2.0, embora funcione apenas na velocidade e na capacidade do padrão mais antigo, nesse caso, o USB 2.0.

É claro que o USB-C será o padrão para a transmissão de dados e energia. Isso dará origem a uma variedade de adaptadores para outros tipos de conectores à medida que os dispositivos se tornam mais finos e cada vez mais simples, quando se trata de portas de alimentação e dados.

Resistência e segurança

À medida que as tecnologias das conexões USB-C também são utilizadas na indústria e em várias aplicações externas, como marítima, médica, de transporte e de telecomunicações, será possível adicionar uma camada a mais de proteção contra umidade, sujeira, choque e temperaturas extremas.

A maior vantagem da conexão USB-C é a sua simetria, que inibe o uso inadequado e a frustração do usuário, que pode acioná-la em ambas as extremidades. Esse tipo de conector se tornou onipresente em vários tipos de dispositivos, que podem ser conectados nos níveis de SO e software, o que amplia a versatilidade do modelo com a adição de protocolos que não sejam USB, como Thunderbolt, DisplayPort, HDMI e MHL.

Entre em contato com a Discabos e veja como podemos usar a conexão USB-C em sua infraestrutura de alto desempenho e conectividade para a transmissão de dados, áudio e vídeo.

0 0 votes
Avalie este conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Tags:

Veja também:

0 0 votes
Avalie este conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Queremos ouvir você: deixe um comentáriox
()
x