Incompatibilidade entre versões de HDCP do HDMI

versoes de hdcp

Publicado em Blog / Novidades dia

HDCP, ou High-bandwidth Digital Content Protection é um sistema de proteção antipirataria utilizado por dispositivos HDMI e DVI. Como o nome indica, ele evita a gravação do conteúdo transmitido pelas saídas de vídeo e dificulta a falsificação. Apesar da sua utilidade, esse sistema é responsável por diversos erros de incompatibilidade entre versões de HDCP e HDMI, o que pode ser uma grande dor de cabeça.

Com o surgimento de aparelhos 4K, resolução que deve se tornar padrão de mercado nos próximos anos, o HDCP 2.2 passou a estar presente em leitores Blu-Ray e dispositivos compatíveis com esta resolução. Como resultado, aparelhos de HDMI mais antigos apresentam erros quando conectados a equipamentos compatíveis com HDCP 2.2.

Neste artigo, entenderemos mais sobre esse problema e porque ele acontece. Por fim, exploraremos algumas soluções possíveis. Sigamos!

O que é HDCP

Criado pela Intel em 1990, HDCP é o protocolo utilizado pela indústria para impedir a pirataria em dispositivos de alta resolução, que transmitam sinais via HDMI e DVI. Por meio deste protocolo, a gravação de todo o conteúdo transmitido é impedida. Por exemplo, dispositivos como Google Chromecast e Amazon Fire TV contam com essa tecnologia para proteger o seu conteúdo contra gravações não autorizadas.

Basicamente, todo dispositivo que conta com conexão HDMI envia por meio de um cabo um sinal de vídeo e áudio ao aparelho de reprodução. Assim, a televisão indica ser compatível com HDCP ao Chromecast, por exemplo, demonstrando ter um protocolo válido.

Em aparelhos Full-HD, problemas com HDCP eram mais raros, mas a chegada da resolução 4K trouxe complicações.

O problema do HDCP 2.2

Para adaptar o protocolo a uma nova realidade de mercado, o HDCP 2.2 foi criado para funcionar em aparelhos de resolução 4K, ou UHD. Como resultado, receivers e televisores HDMI podem apresentar incompatibilidade de uso, uma vez que não estão atualizados em relação à nova tecnologia.

Muitas vezes, pode parecer necessária a troca de todo o sistema de vídeo para solucionar o problema. Contudo, essa é uma medida de alto custo e que nem sempre resolveria a questão.

A solução para a incompatibilidade de versões de HDCP

Sabemos agora que a conexão de dispositivos de reprodução de vídeo em 4K podem gerar problemas de compatibilidade com receptores mais antigos. Felizmente, existem soluções simples que podem ser implementadas sem exigir a troca de todo o sistema de vídeo. Por isso, conheceremos algumas delas.

Uma possibilidade é o uso de um splitter HDMI compatível com o HDCP 2.2. Assim, aparelhos como o Chromecast devem ser conectados à entrada do splitter que, em seguida, deve ter uma de suas portas de saída conectada diretamente ao aparelho de televisão. Assim, o dispositivo de transmissão receberá o protocolo válido do splitter, mas não da televisão incompatível.

Outra possibilidade é a instalação de um conversor de HDCP. Quando conectado, esse aparelho transforma o protocolo 2.2 em 1.4 e, assim, quebra a incompatibilidade entre os sistemas.

O Grupo Discabos renovou a sua linha de splitters, matrizes e equipamentos HDMI, disponibilizando opções de equipamentos com versão HDCP 2.2.

E aí? Conseguiu entender mais sobre a incompatibilidade entre versões de HDCP? Se sim, compartilhe esse conteúdo com os seus colegas nas redes sociais.

Login