Áudio e vídeo para escritórios: o que é necessário para a instalação?

Publicado em Exemplos de projetos dia

O desenvolvimento da tecnologia permite que, hoje, seja possível automatizar várias atividades. O simples acontecimento de uma reunião gera inúmeras rotinas — ligar aparelhos e garantir uma iluminação adequada e uma temperatura confortável do ar-condicionado são apenas alguns exemplos.

Ativar rapidamente todos esses recursos é uma possibilidade do advento da Internet das Coisas (IoT), que, em âmbito corporativo, tornou-se o grande protagonista da transformação digital. Automação e controle são os aspectos viabilizados por essa inovação, que também permite conectividade e colaboração entre vários usuários, maior produtividade e redução de custos.

Veja, neste artigo, elaborado com base na entrevista de Cristiano Mazza — gerente de produto do Grupo Discabos, que, hoje, representa, no Brasil, a maior marca de tecnologias corporativas, a Crestron — e de Paulo Negreiros — cofundador da Tripé Studio, empresa atuante há 36 anos no mercado de áudio, vídeo, automação, rede de ethernet, internet, câmeras e telefonias —, as novidades de áudio e vídeo para escritórios e suas diferentes aplicações e funcionalidades.

As diferentes aplicações e funcionalidades dos sistemas de áudio e vídeo para escritórios

Atualmente, é possível fazer quase tudo: o que muda é a necessidade do cliente. Existem sistemas para reforçar e automatizar o áudio, o controle do ar-condicionado, das salas de reunião e da iluminação, a distribuição de vídeos e as conexões entre essas soluções.

Enquanto alguns clientes solicitam um projeto completo, outros só querem um sistema de áudio e vídeo para escritórios. Outro segmento que demanda automação é o da saúde. Muitas clínicas e consultórios disponibilizam som ambiente para os pacientes nas salas de espera.

O integrador especializado consegue atender a todas essas necessidades tecnológicas com produtos adequados. Ao mesmo tempo, cabe aos clientes preparar o ambiente de forma estrutural (reforços para o cabeamento e fornecimento de energia elétrica) para receber as mudanças que o projeto demanda.

Por isso, é indispensável a contratação de um integrador capaz e certificado. Na dúvida, procure por integradores com um histórico de boas instalações ou certificações internacionais (CTS).

A qualidade dos produtos também é imprescindível. Facilita o processo de instalação, evita retrabalhos de configuração e viabiliza garantia, assistência técnica, adição de valor e escalabilidade, por meio da integração de outros produtos etc.

“O objetivo da Discabos é resolver qualquer tipo de necessidade. Somos como doutores: num hospital, é difícil dizer que doença tratar, é preciso curar todos os males, e isso é o que fazemos diariamente com escritórios e empresas de todo o Brasil. Essa “cura” depende da doença, assim como as tecnologias necessárias a um escritório dependem da demanda diária do mesmo. Adaptações geram falhas, e, por isso, trabalhamos especificamente com as necessidades do cliente. Atualmente, somos a única distribuidora PRO AV do Brasil, com consultores técnicos especializados (CTS) e uma linha de produtos completa para o segmento corporativo“. Cristiano Mazza — Grupo Discabos.

A parceria entre o Grupo Discabos e a Tripé Studio para automatizar a Loft

A demanda da LOFT se resumia em um sistema de áudio e vídeo para uso interno de divulgação de informações, comunicação entre setores e entretenimento dos colaboradores, clientes e visitantes. 

“No caso da Loft, com os equipamentos da Discabos, foi possível segmentar a instalação para todas essas situações”. Paulo Negreiros — Tripé Studio.

A ideia principal do projeto era interligar os quatro andares da sede para integrar essa estrutura de áudio e vídeo e promover maior automação para os recursos. Isso exige um grande conhecimento técnico, já que as soluções precisam ser programadas adequadamente.

Há dois tipos de equipamentos: os que geram informações e os receptores de sinais, tanto para áudio quanto para vídeo. Após a montagem física, a inteligência é embarcada para designar o envio das informações.

Essa inteligência embarcada é personalizada conforme as necessidades do cliente. No caso do projeto da Loft, o som ambiente foi interligado em todos os andares, assim como os pontos de imagens. Foi feita, então, uma central de distribuição junto ao CPD da empresa, para que fosse possível enviar as informações internas e externas.

Além disso, o controle do ar-condicionado foi automatizado, e as persianas, motorizadas. Dessa forma, foram criados eventos para ligar e desligar os equipamentos, o que gerou uma economia em escala dos gastos com energia elétrica e do tempo de vida útil dos ativos que compõem a infraestrutura da empresa. Isso sem falar na praticidade de ter essas rotinas automatizadas e na comodidade para os usuários.

O processo de instalação

A implantação do projeto de áudio e vídeo para escritórios da Loft aconteceu juntamente à ocupação da sede. Por esse motivo, foi preciso que os engenheiros fizessem a tubulação na infraestrutura para o cabeamento. O processo aconteceu em horários alternativos para não atrapalhar as equipes de trabalho.

Apesar disso, foi rápido: em quatro meses, foram realizados a criação do projeto, o cabeamento estruturado, a programação, a automação e a revisão de funcionamento.

A elaboração de códigos para a programação da inteligência embarcada é feita paralelamente à instalação dos cabos e equipamentos, para ser aprovada juntamente ao cliente, que atesta a usabilidade de toda a infraestrutura na entrega dos resultados.

Por esse motivo, o pós-venda é trabalhoso, já que é o momento em que o cliente avalia as funcionalidades para aprontar o que pode ser alterado, até que o resultado atinja ou supere as suas expectativas.

Nesse caso, relacionam-se ao nível de luz no ambiente os momentos em que os equipamentos, a televisão ou a persiana, por exemplo, são ligados ou desligados — essa programação se torna mais precisa ao ser avaliada no dia a dia da empresa.

Além disso, no caso das funcionalidades de áudio e vídeo para escritórios, especificamente na empresa Loft, muitas áreas coletivas estavam incluídas no projeto, logo, exigiam composições diferenciadas para demandas específicas. 

Outro aspecto contemplado no projeto se relacionou à economia gerada pela automação. Para isso, os horários de incidência de raios solares no ambiente ou a necessidade de uso contínuo das salas para atendimento também foram analisados.

“Às vezes, uma sala que foi projetada para ter um uso de atendimento aleatório se torna uma sala de uso contínuo, e essa é a parte dinâmica do projeto. É imprescindível que o executor do serviço seja extremamente competente e aceite mudanças futuras sem a necessidade de obras. Isso faz parte da capacidade de quem projeta”.

A importância da qualidade dos produtos escolhidos

A escolha dos produtos do Grupo Discabos para o matriciamento de vídeo foi crucial para o sucesso do projeto de áudio e vídeo para escritórios da Loft. Segundo Paulo Negreiros, foi resultado:

“da qualidade e confiabilidade do produto e pela possibilidade de aumentar o sistema sem perder o equipamento que já tinha sido comprado e instalado. Se usássemos itens com menos flexibilidade modular, isso dificultaria a expansão dos andares. A Discabos foi uma empresa que evoluiu no segmento de distribuição de produtos e atendimento. Esse tratamento é excelente durante a venda, assim como no apoio técnico e comercial, o pós-venda é extremamente confiável”.

Há, no mercado, uma busca constante pelo melhor preço, quando é necessário se preocupar com o serviço e a qualidade das soluções que farão parte da infraestrutura de TI para viabilizar uma performance ideal de áudio e vídeo para escritórios. Julgar apenas pelo valor do equipamento e do serviço pode custar muito mais caro em longo prazo.

Consultoria para o seu projeto de áudio e vídeo

Precisa de ajuda para seu projeto de áudio, vídeo ou automação?  Entre em contato com a gente, contamos com uma equipe técnica pronta para te auxiliar e especificar as soluções mais adequadas para o seu projeto!

 

Login