Saiba agora como organizar aulas com áudio de qualidade para ensino híbrido

Hoje as aulas online aumentaram sua importância por causa da pandemia e do isolamento social. Podemos apostar também no ensino híbrido, que mistura as aulas presenciais e online.

Devemos organizar aulas híbridas de boa qualidade e, para isso, precisamos de bons equipamentos e conhecimentos suficientes na área.

É importante investir em vídeo e áudio para ensino híbrido com eficiência. Vamos dar algumas dicas de como fazer isso!

Prepare um roteiro

O planejamento e estudo do roteiro é da máxima importância. É o momento em que você tratará qual é o tema que será abordado no vídeo e áudio para ensino híbrido. Você deve definir o assunto e estudá-lo. É preciso ter noção exata do que será falado na videoaula, qual será o objetivo principal e a importância para quem está assistindo.

Escolha os equipamentos certos

Vamos conferir agora os equipamentos mais importantes para organizar aulas para ensino híbrido.

Use câmeras específicas para essa finalidade

Não é recomendado utilizar webcams comuns, cuja qualidade de vídeo é mais baixa e o ângulo de captação é menor. O correto é fazer uso de câmeras profissionais. A ClearOne oferece ótimas opções, como a Câmera Unite 200 PTZ, cujas principais características são:

  • vídeo full HD 1080p, zoom óptico 12 vezes, grande capacidade angular para captura de todos os participantes da sala com redução avançada de ruído;
  • suporte para USB 3.0/2.0, HDMI e IP com saída de vídeo simultânea para as três opções;
  • H.264 e H.265 streaming e interface de line-in para transmissão de áudio juntamente com vídeo IP;
  • compatibilidade com aplicativos conhecidos, como Microsoft Teams, COLLABORATE Space, WebEx, Cisco Jabber, GoToMeeting, Google Hangouts e outros.

Instale microfones especiais

Nas salas maiores, em aula presencial, é importante que tanto o áudio do professor como dos alunos que participam, seja captado por um microfone especial, transmitindo de forma limpa, sem eco, tanto para os alunos que acompanham a aula de casa como para os alunos que estão mais distantes na mesma sala, através de uma ligação com caixas de som.

Utilizando um microfone de teto, que captura o áudio do ambiente, além de captar todos os comentários e perguntas dos alunos que estão no local, evita aquele medo de falar no microfone, já que ele captura o áudio de uma forma natural em que você nem percebe que ele está ali presente.

Um termo que tem se falado cadas vez mais nas videoconferências e videoaulas é o “Voice Lift”, que as soluções da ClearOne oferecem. Esse “elevamento de voz” garante um som mais audível e limpo. O Voice Lift amplifica localmente o som, que é ouvido em salas de aulas pequenas, médias ou em grandes salões de reunião.

Como exemplo de solução que usa a tecnologia Voice Lift, podemos citar o microfone de teto BMA 360. Trata-se de um conjunto de microfones que pode ser acoplado no forro do teto — o mais tecnologicamente avançado do mundo, único a permitir a configuração de Voice Lift sem necessitar de uma série de outros equipamentos. Oferece excelente desempenho de áudio, sendo muito fácil de instalar.

O BMA 360 permite resposta uniforme de ganho em todas as frequências. Os feixes de precisão possibilitam um alcance de 360º sem distorções. O Voice Lift é ainda mais aprimorado porque conta com eliminador de feedback, que oferece um impulso extra de até 8 decibéis para o ganho total do sistema. Vale a pena conhecer esse produto incomparável!

Utilize processadores de áudio para ensino híbrido

Os processadores de áudio são fundamentais para garantir que o áudio para ensino híbrido tenha a melhor qualidade possível.

Uma sugestão é o Converge Pro 2 48VTD. Trata-se de um automixer de microfone multicanal avançado. Oferece suporte interno para rede de áudio Dante, conferência VoIP, uma interface Telco e os algoritmos DSP de áudio mais recentes. Entre suas características, podemos destacar:

  • 4 entradas de microfone/linha e 8 saídas de microfone/linha;
  • 16 entradas Dante e 16 saídas Dante para rede de áudio;
  • Skype embutido;
  • algoritmo incorporado para eliminação de feedback;
  • suporte para conferência baseada em SIP até 5 linhas e 5 chamadas com base na configuração da linha.

Monte um ambiente de gravação

Como o ensino será híbrido, o ambiente servirá tanto para aulas presenciais e aulas online. Assim, ele deve preencher as necessidades dos alunos presentes e dos alunos remotos.

O isolamento acústico é um ponto relevante, já que barulhos externos podem interferir tanto presencial quanto remotamente. Ruídos inconvenientes podem deixar o ensino híbrido completamente inviável. Com um processador de áudio é possível fazer ajustes personalizados no áudio captado por cada microfone e enviar em formatos diferentes um para gravação, um para transmissão online e outro para amplificação local nas caixas de som, por exemplo.

Planeje e controle o tempo

Outro ponto a considerar é o tempo. Ao organizar o conteúdo, inclusive o áudio, avalie o tempo necessário para passar o conteúdo conforme o planejado. Talvez, aulas longas demais não agradem muito os alunos, principalmente os presenciais (você deve lembrar que o isolamento social se mantém e não é recomendável se estender demais nas aulas presenciais).

De qualquer modo, você deve respeitar o roteiro e planejar o tempo conforme o que você planejou. Caso seja necessário um período muito longo, invista em formas de captar a atenção do aluno sem deixá-lo cansado e desinteressado.

O áudio para ensino híbrido é muito relevante nesse sentido, pois sua boa qualidade é um estímulo para os alunos enquanto áudios cheios de ruídos e chiados, com reverberação e eco, não ajudam em nada a prender a atenção dos ouvintes — ao contrário, eles são incômodos e dificultam a apreensão do conteúdo, podendo levar até ao abandono da aula.

Revise os equipamentos de áudio para ensino híbrido

Para ter certeza de que a aula híbrida será bem-sucedida, você não pode esquecer de revisar tudo, principalmente os equipamentos. Se um dos equipamentos apresentar falhas, todo o restante poderá se comprometer. Toda a instalação dos equipamentos deve ser feita por um profissional capacitado. Isso certamente leva tempo.

Além de instalar, devem ser feitos testes para ter certeza de que os áudios serão de boa qualidade. É importante investir nas soluções tecnológicas mais avançadas, com melhores recursos. Daí a importância de se manter sempre atualizado, conhecendo as melhores marcas e os melhores fornecedores.

A revisão é uma medida preventiva, que evita transtornos de última hora. Com ela, você já identifica eventuais lacunas e falhas e trabalha para corrigi-las. Caso seja preciso substituir um alto-falante ou caixa de som, você já fará a troca. Se for identificada qualquer irregularidade, você já trabalhará para corrigi-la. Enfim, a revisão otimiza os processos, garantindo os melhores resultados.

O Grupo Discabos, empresa especializada em soluções audiovisuais completas, pode ajudar você a organizar áudio para ensino híbrido com eficiência. Além de trabalhar com os melhores produtos do mercado (com avançada tecnologia), também oferece uma consultoria gratuita, onde você ficará sabendo quais são as melhores soluções para o seu caso. Dessa forma, você não corre o risco de adquirir equipamentos inadequados e ter prejuízos. Tudo o que é necessário para suas aulas híbridas, o Grupo Discabos oferece por um melhor custo-benefício.

O que achou do post? Precisa de equipamentos audiovisuais de boa qualidade? 

0 0 votes
Avalie este conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Tags:

Veja também:

0 0 votes
Avalie este conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Queremos ouvir você: deixe um comentáriox
()
x